*Dream as if you'll live forever, Live as if you'll die today*

10
Mar 09

 

Antes eramos 3, Tu, Eu e a Felicidade
 
Agora
 
Somos 2, Eu e a Saudade!
 
 
 
 
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
 
Miuda não vamos estragar tudo o que conseguimos construir até agora. Não pelo motivo da nossa discussão de hoje! Até porque é a primeira. E provavelmente a primeira de muitas outras, mas se desistimos à primeira... Bem, então, será a prova de que talvez seja melhor estarmos separados, pois se não conseguirmos superá-la isso só significará que não seremos capaz de resolver problemas de uma vida a dois.
 
Quero-Te a meu lado o mais rápido possível, pois sem Ti continuarei sozinho, com Saudade e também triste por um dia ter permitido que de nós desistisses!
 
- ADORO-TE BUÉS!
publicado por esTARÓlas às 21:22
sinto-me: A Precisar de Ti*
tags:

 

«Tag Actual:   - Lonely*»
 
·        É este o nick que estou a usar no msn e ela pergunta-me o porque deste nick?
- Eih, miúda será que é assim tão difícil de perceber?!
 
Mas eu respondo-te, mesmo achando que não queres ouvir a resposta. Mesmo, achando que não mudará nada. Apenas me fará sentir ainda mais só, com mais vontade de chorar.
 
- Como Te responder? Boa questão. Bem talvez o melhor seja falar sobre o que tem sido difícil de suportar.
 
E a verdade é que quase tudo me é difícil.
 
Há momentos em que se torna mais difícil de suportar esta dor, momentos específicos, como ver-Te á hora de almoço, por norma a primeira vez que estamos juntos todos os dias, o nosso ultimo break do dia para um cigarrito e quando me despeço de Ti com dois beijos na face. Estes são os momentos diários em que o meu coração se torna em algo tão pequeno e ao mesmo tempo tão cheio de dor.
 
Depois destes momentos usuais há aquelas situações do dia-à-dia como quando vens de fato (e que te fica muitíssimo bem, demasiado até, deixa-me que Te diga), quando estamos a fumar os nossos cigarritos e o sol incide na tua face realçando a bela cor dos Teus cabelos, quando me estás a contar algo da Tua vida e os Teus olhos brilham ao fazê-lo (talvez inveja por já não conseguir faze-los brilhar dessa forma), quando estou a observar-Te e Tu me perguntas “o que é?” e eu respondo (sempre) “nada!” (dá-me vontade de rir quando penso na quantidade de vezes que isto acontece).. Lool..
 
É especialmente nestas situações em que me é difícil suportar esta dor.
É nestas alturas que mais Te quero abraçar como se não houvesse amanhã e não posso fazê-lo.
Enfim…
 
 
Mas continuando…
 
         É ao relembrar todos estes momentos que me sinto só. Sinto um vazio dentro de mim, que falta um bocado de mim e o pior é saber que Tu és o que me falta.
 
Sinto agora saudades. Saudades do Teu perfume na minha almofada, do toque dos Teus lábios, do toque da Tua pele na minha.
Saudades que me digas “ADORO-TE MIUDO”.
 
Na realidade sinto falta de tudo. Era perfeito.
 
- Dou agora por mim a fazer asneiras todos os fins-de-semana.
 
Tento não Te mostrar a minha realidade, mas a verdade é que o meu coração já não acredita que eu seja capaz de alterar esta situação. Está a dar-se por vencido e odeio isso. Porque quero continuar a acreditar que há esperança, mas talvez ele esteja certo desta vez.
 
Todo este texto é feito de pensamentos, sentimentos e emoções soltas que por mim vagueiam, daí a minha resposta à Tua pergunta não ser uma resposta clara, mas creio ser-Te possível entender o meu “Tag Actual”…
publicado por esTARÓlas às 20:58
sinto-me: Impotente, Apaixonado
tags: , ,

05
Mar 09

 

 

“The most important thing in communication is to hear what isn’t being said.”
 
By Peter F. Drucker
Bela frase esta, einh?! Lool…
 
Já se aperceberam da quantidade de vezes que falamos com alguém e quando olhamos bem para essa pessoa percebemos que na realidade estamos tão longe dela. Supostamente estamos a comunicar, mas no entanto temos aquela sensação de que algo está por dizer, apesar de não sabermos o quê.
 
Esta frase de Peter Drucker, é fantástica. Alerta-nos para uma falha comum do ser humano, a incapacidade de ver para além daquilo que os nossos olhos vêem e de ouvir para lá do que nos chega aos ouvidos.
 
Será que esta capacidade é inata ou pode ela ser adquirida no nosso processo de crescimento?
 
Tornarmo-nos “maturos” não implica estarmos capacitados de perceber aquilo que não nos é dito de forma clara quando comunicamos, pois essa capacidade apesar de nos permitir em certos momentos apercebermo-nos das coisas que não estão a ser reveladas não nos faz ser mais educados, responsáveis ou íntegros.
 
- Apenas mais capazes de comunicar com eficiência!
 
 
Mensagem pessoal:
  • A razão de ter escrito este texto acima de outras razões possíveis, foi porque Te tenho ouvido e observado e sinto que há algo que não me contas. Não sei se por falta de coragem ou simplesmente porque queres que descubra sozinho as palavras que pronuncias no silêncio.

- Que me escondes Tu?

publicado por esTARÓlas às 01:23
sinto-me: Intrigado

20
Fev 09

Estranhos são os sentimentos e emoções que tenha vivenciado esta semana... Sim, estranhos!

 
Um turbilhão deles, bons e menos bons (não gosto de lhes chamar "maus"), mas todos eles puros. Então, mas porque são estranhos?
 
Pela calma com que os tenho vivido. Porque apesar da sua imensidão, sinto-me pela primeira vez, desde o início da minha mais recente crise emocional, bem comigo mesmo, calmo. A minha alma está em paz, por assim dizer.
 
Creio nunca me ter sentido assim antes. Bem comigo mesmo sim, agora tão calmo e relaxado não. Talvez por agora não recear voltar a carregar sozinho a pesada mochila que carrego na estrada da vida. Ela contém o peso da vida. A vida de alguém (eu) que só está disposto a partilhar o peso da alegria e não o peso da desilusão, da tristeza, da (sua) dor.
 
Isto deve-se, provavelmente, aos últimos cinco meses da minha vida. Ou seja, deve-se a Ela. Nos últimos cinco meses apesar dos nossos altos e baixos Ela conseguiu aquilo que eu pensara ser impossível, o nunca antes conseguido por ninguém, entrar na minha vida.
 
"Roubando", com o seu "sem-jeito" de ser, a minha solidão. Desta forma, permitiu-me descansar, deixar para trás algumas das minhas desilusões, algumas tristezas e dores.
 
Apercebo-me agora, ao escrever estas palavras, a que se deve esta minha recente crise.
Deve-se ao medo!
 
Medo de ter de voltar a carregar esta mochila sozinho, pela estrada da vida, que nunca acaba. Sim, o receio de fracassar sozinho, de sofrer em silêncio, de não ter ninguém para me amparar quando voltar a cair.
 
Mas se este é o  futuro próximo que me espera, então venha ele!
 
Sinto já ter descansado o suficiente, para poder prosseguir sozinho, em direcção ao meu Tesouro Perdido. Apesar de agora estar sorridente e alegre, ainda não o encontrei, a felicidade tende a fugir de mim ou talvez seja eu que a afugente...
 
Resta-me agora esperar. Esperar que o tempo passe.
Resta-me agora esperar. Esperar que Tu te decididas.
Resta-me agora esperar…
Resta-me agora esperar o tempo que for necessário até que Tu te decidas ou até descobrir quem, o quê, qual ou onde anda o meu tesouro perdido.
 
Quem sabe se não o encontrei já ou se ainda estarei para o encontrar... Quem sabe!?!
 
Certo é, que nem hoje, nem amanhã, nem sequer na próxima semana irei pensar nisso...

 

 

 

publicado por esTARÓlas às 14:38
sinto-me: Bem, Apaixonado
música: U2 - I Still Haven't Found What I'm Looking For

17
Fev 09

... estou a conseguir recuperar a minha paz de espírito!

 
- Como? Isso agora… LoOL
 
Bem vamos só dizer que por um conjunto de situações a minha auto-estima aumentou e como consequência, a paz de espírito regressou. Não está ainda no seu máximo, mas está quase no seu máximo. Eheh=)
 
Vou falar do meu fim-de-semana. Mágico devo confessar. Ele regressou! O que estarei para aqui a dizer perguntam-se vocês? Pois bem, eu explico-vos…
Andava tão concentrado em ser perfeito para ela que me desfoquei de mim, das minhas prioridades, de ser feliz!
 
Passarmos o tempo a tentar agradar a alguém, em tudo, é um erro enorme. E ao mesmo tempo comum. E eu cometi-o! LoOL
 
Só lamento ter demorado a abrir os olhos, se calhar as coisas podiam estar diferentes agora. Mas como identificar erros não nos faz voltar atrás no tempo mais vale não chorar sobre leite derramado e caminhar em frente. Conscientes dos nossos erros e tentar não os voltar a cometer.
 
Ao final de algum tempo a tentarmos ser perfeitos para alguém, temos tendência a transformarmo-nos, a deixarmos de ser nos próprios e recuperar isso pode tornar-se difícil, porque deparamo-nos com a difícil questão: “então mas como é que eu era?
Era feliz e a felicidade que possuía era pura, fazia-me sentir melhor comigo mesmo. “Mas como conseguia eu isso?”… bem esta é uma pergunta à qual demorei a encontrar a resposta, mas felizmente encontrei-a! Agora sei o que procuro, sozinho ou contigo a meu lado vou voltar a ser plenamente feliz. Sim ia saber melhor contigo ao meu lado! Mas neste momento sou capaz de o alcançar sozinho. Sinto-o! E acima de tudo estou disposto a lutar por isso. «Now I can and I Will fight for it!»
 
Mas, voltando ao fim-de-semana, porque foi ele mágico?! Pessoal eu recuperei uma amiga muito especial, que todos devíamos ter e isso está a deixar-me invencível. Desde o meu sexto ano que tinha perdido esta a amizade. Desde o sexto ano que me sentia só por não ter a meu lado a única pessoa no mundo que está “programada” para me compreender, ouvir e ajudar. A minha mãe! Fogo… que orgulho estar a dizer estas palavras “minha mãe”! Bem que coisa estranha para estar aqui a falar, não contrasta lá muitos com os textos anteriores e provavelmente com os futuros textos mas hoje tinha de o fazer. Sinto-me tão bem e ela faz parte disso! Fui desde cedo ensinado que a palavra Adoro-te é uma palavra com demasiada importância para ser dita à toa, por isso muito poucas vezes a usei. Nunca a um(a) amigo(a) a dirigi, só para poderem ver mas hoje sinto que é o momento de dizer essa palavra a uma Amiga, a ti – Mãe! Adoro-te!
 
Obrigado por estas ultimas semanas estares a ser uma amiga enorme, mesmo que não tenhas noção do quanto. Este fim-de-semana ouvis-te um desabafo meu como há muito ninguém o fazia, soubeste escutar e em vez de tentares ajudar-me intervindo com palavras, não! Foste fantástica, escutas-te e percebes-te como eu me poderia ajudar e isso foi óptimo. Senti-me compreendido como há muito não me sentia. E eu que já começava a pensar que não era normal, para nunca ninguém conseguir chegar aquilo que eu precisava!
 
Bem hoje ainda podia falar de muita coisa aqui, mas já me alonguei o suficiente, quero agradecer este meu bem-estar à minha mãe e não esquecer as pessoas todas que ainda acreditam que eu serei capaz de fazer a diferença!
 
Muito Obrigado a todos vós!

 

 

 

publicado por esTARÓlas às 00:18
sinto-me: feliz, motivado
música: The Reason - Hoobastank

05
Fev 09

 

Tenho andado estranho… Não sei ao certo o que se passa… Sei apenas que aquilo que de melhor tinha estou a perdê-lo! As minhas qualidades para fingir e para enganar.
 
Uma das qualidades que as pessoas me costumavam reconhecer era o facto de ter sempre um sorriso na cara, independentemente de estar bem ou não. Esse sorriso costumava ser contagioso.
 
Mas agora não, agora as pessoas conseguem perceber o que não estou bem, perguntam-me o que se passa! Ela pergunta-me o que se passa e eu, habituado a passar por tudo sozinho não tenho resposta.
 
Tenho medo de estar a afastar as pessoas que me rodeiam, a Ela principalmente. Ainda por cima quando o que mais preciso é de a ter ao pé de mim. Se a afasto agora sujeito-me a perdê-la definitivamente.
 
Porque me está isto a acontecer?
O que se passa?
Preciso de respostas?
Será melhor voltar a fingir?
Como é que eu o conseguia fazer antes de A conhecer?
 
Tanta pergunta e tão poucas respostas. Acho que hoje este não deveria de ser um blog chamado “Desabafos de um Jovem Apaixonado” mas sim “Desabafos de um Jovem em Crise”… LoOL
 
De repente voltamos ao mesmo, que crise é esta?
Bem não sei responder a esta questão mas talvez saiba o porquê de não conseguir disfarçar que estou mal. Estou a perder algo que todos devíamos de ter quando damos o nosso dia por terminado e nos refugiamos com a nossa melhor amiga, a “almofada”.
 
Sabem o que é?
 
- Paz de espírito!
 
Sim acho que é isso que não tenho conseguido ter… quando vou dormir preciso dessa paz de espírito e infelizmente não a tenho conseguido sozinho.
Acho que estar com alguém, gostar de alguém, remete-nos para um mundo onde precisamos sempre desse alguém! E talvez seja por isso que sem ela aqui eu não consiga alcançar a paz de espírito que tanto desejo…
Atenção não digo que a falta de paz de espírito seja culpa Dela, não. Apenas que não a ter aqui quando o meu mundo “is all mix arround” não facilita deitar-me e dormir em paz!
 
(não miúda do meu coração, a culpa do meu mundo estar todo do avesso não é culpa tua!)
publicado por esTARÓlas às 01:27
sinto-me: Desanimado

04
Fev 09

 

É por acreditar nisso,
Que hoje me levanto,
Olho-me ao espelho
E Sorrio!
 
É por acreditar nisso,
Que hoje me vou,
Sem olhar ao espelho,
Mas a sorrir,
Por um dia Te ter conhecido!
 
Só por isso,
Posso hoje dizer que estou pronto,
Pronto para partir…
 
Para onde parto?
Para o mesmo mundo onde vivo,
O mundo da ilusão!
 
Num mundo onde Tu um dia me amarás,
Num mundo onde tudo é perfeito,
Apenas… porque existes!
 
ADORO-TE***
 
P.s.: Obrigado por ontem me teres recebido. Foste acima de tudo uma amiga. É essa a namorada/amiga que eu preciso!
 
  TU!
publicado por esTARÓlas às 02:56
sinto-me: Um lutador num mundo de Ilusão
música: One in a Million

28
Jan 09

 

Já alguma vez se questionaram se estavam ou não destinados a feitos maiores nesta vida? Que somos especiais? Que estamos predestinados a um grande feito? Acho que todos passamos por essa fase na nossa adolescência. Uns acreditam nisto, outros não!
Eu faço parte daqueles que acreditam ou talvez deva dizer, daqueles que acreditava ser especial.
 
Eu sei que isto pode parecer convencido, mas sim, na altura achava realmente que eu tinha algo mais que as pessoas da minha idade, não que fosse mais esperto ou mais inteligente. Mas porque sempre me achei um bocado mais maturo que eles e acima de tudo porque sempre tive objectivos para a minha vida. Sim eu sei que todos os temos, mas eu devo confessar que os meus objectivos são ambiciosos. Tendem a ser interpretados como sonhos pelos outros.
 
Agora cada vez mais percebo que não sou especial, que o predestinado a fazer um grande feito, não passava provavelmente de uma vontade de que a vida tenha mais valor do que na realidade possui. Melhor dizendo:
- De que a minha vida tenha mais valor (“valor prático”) do que aquilo que na realidade possui!
 
Já há uns anos que era algo “claro” para mim, simplesmente a vida tinha me mostrado que de especial ou predestinado a algo merecedor de assim ser apelidado, eu nada tinha. Engraçado é que as pessoas em meu redor tendem a dizer-me que sou especial!! Será que eu estou enganado ou simplesmente estão todas elas enganadas?!
 
Até há duas noites atrás diria sem duvida alguma que elas estavam enganadas, que elas não queriam ver a realidade. Que a verdade é que eu prometi ser “alguém” mas na realidade não o sou! Estava verdadeiramente crente de que esta seria a pura das verdades. Mas há duas noites atrás algo mudou… As palavras dela foram:
 
- “És mais especial do que pensas ser!”
 
Whouuuu!!! Que palavras para serem ditas no intimo de mais uma noite mágica.
Ela conseguiu aquilo que já há muito ninguém conseguia, fazer com que eu reflecti-se sobre o assunto. Devo confessar que por momentos quase me conseguiu convencer novamente de que havia algo mais predestinado para mim. Aliás, talvez o melhor a dizer seja, que agora já não estou tão certo de mim. Que aquelas palavras vindas dela fazem-me acreditar que é possível eu ser "alguém"!Pelo sim e pelo não mais vale deixar o meu espírito “aberto” às possibilidades, afinal de contas se tiver a impedir-me desde já de acreditar certamente não o serei. Não é?
 
A Ti, uma vez mais, um grande Obridago:D
publicado por esTARÓlas às 19:41
sinto-me: Bem

26
Jan 09

 

 Há muito parti numa viagem em busca do meu Tesouro Perdido, a Felicidade. Esse é aquele que considero ser o tesouro mais precioso da minha vida!

Nesta viagem transformei-me, mudei, descobri o meu verdadeiro eu. Defini os meus objectivos. A minha missão nesta vida. Aquilo que quero. Ser feliz!
                  
Tu sabes, agora sabes, quando começou esta viagem. Agora talvez percebas porque precisei de embarcar nesta aventura. Na altura o meu mundo era realmente sombrio, tudo se desmoronava. Felizmente parti nesta viagem que me deu a possibilidade de encontrar um mundo menos sombrio. Um mundo em que a alegria pode existir e em que nem tudo o que é construído por nós, seres humanos, se desmorona ao final de um tempo.
 
Esta viagem fica marcada pelas vitórias alcançadas e não pelas derrotas e quedas. Derrotas e quedas?! Se existiram...  Existiram e numa quantidade exorbitante. Mas olho para elas hoje com um sorriso. Porque elas amadureceram-me e permitiram cada vez que vencia um obstáculo, um novo pico de alegria e felicidade na minha vida.
Recordar esses picos, sabe lindamente, oi se sabe! LoOL :D* ...
 
Mas não é do passado que quero falar,  pois na realidade, esse é o único tempo que pouco interessa na nossa vida.
O presente, esse sim! Esse interessa explorar, porque é nele que baseamos os nossos mais profundos sentimentos. Se tivermos felizes, não vamos dizer que "à um ano estava triste". Vamos dizer: "hoje estou feliz"! LoOL
 
Recentemente subi ao cume de uma montanha, uma montanha que procurava à muito, mas ao contrário do que pensei na altura, não era a montanha que era difícil de encontrar.
Tu é que foste difícil de encontrar. Sim, porque sem Ti não ia encontrar a montanha, muito memos alcançar o cume dela.
 
Quando nos conhecemos eu nunca sequer tinha visto a montanha mas parece que logo após nos termos “apresentado” ela se moveu para a nossa frente.
Tu eras como eu, escalar uma montanha para Ti representava uma aventura impossível de se recusar e assim sendo, fomos até ao seu cume, chegados ao cume os nossos lábios tocaram-se pela primeira vez.
Beijo eterno esse… Ainda recordas o momento?
Bem pareceu uma eternidade escalar aquela montanha, mas na realidade foi tão rápido. Já viste que quando chegamos lá acima parecia que já nos conhecíamos de à muitas montanhas atrás??
 
Decidimos partir de mãos dadas, em direcção ao Tesouro Perdido, mas cometemos um erro grande. Pelo menos eu cometi.
Sabes qual foi miúda?? Foi não ter percebido que estava de mãos dadas com o meu Tesouro Perdido. Que a minha Felicidade eras Tu!
 
Mas só agora que Te perdi é que me apercebo disto… Porque apesar de juntos é assim que me sinto, um “solteiro comprometido”! Incapaz de alterar o rumo da nossa viagem. Sinto-me impotente, sem saber o fazer, que devo fazer?! Afinal de contas o propósito da minha viagem era encontrar o meu Tesouro Perdido e esse já encontrei, Tu! 
 
Preciso de Ti, preciso dos meus amigos, preciso de ser optimista, mas olho em meu redor e não vejo nada disto. Acho que só me resta continuar a lutar, para no final desta "queda" voltar a ter um pico de Felicidade.
 
 
("Só sei que te quero comigo.. agora.. daqui a 5 minutos… daqui a 5 semanas.. daqui a ... muito muito tempo.." by    My Unicorn!)
publicado por esTARÓlas às 18:14
sinto-me: Impotente, Apaixonado
música: With or Without You - U2

Março 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
arquivos
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO