*Dream as if you'll live forever, Live as if you'll die today*

17
Fev 09

... estou a conseguir recuperar a minha paz de espírito!

 
- Como? Isso agora… LoOL
 
Bem vamos só dizer que por um conjunto de situações a minha auto-estima aumentou e como consequência, a paz de espírito regressou. Não está ainda no seu máximo, mas está quase no seu máximo. Eheh=)
 
Vou falar do meu fim-de-semana. Mágico devo confessar. Ele regressou! O que estarei para aqui a dizer perguntam-se vocês? Pois bem, eu explico-vos…
Andava tão concentrado em ser perfeito para ela que me desfoquei de mim, das minhas prioridades, de ser feliz!
 
Passarmos o tempo a tentar agradar a alguém, em tudo, é um erro enorme. E ao mesmo tempo comum. E eu cometi-o! LoOL
 
Só lamento ter demorado a abrir os olhos, se calhar as coisas podiam estar diferentes agora. Mas como identificar erros não nos faz voltar atrás no tempo mais vale não chorar sobre leite derramado e caminhar em frente. Conscientes dos nossos erros e tentar não os voltar a cometer.
 
Ao final de algum tempo a tentarmos ser perfeitos para alguém, temos tendência a transformarmo-nos, a deixarmos de ser nos próprios e recuperar isso pode tornar-se difícil, porque deparamo-nos com a difícil questão: “então mas como é que eu era?
Era feliz e a felicidade que possuía era pura, fazia-me sentir melhor comigo mesmo. “Mas como conseguia eu isso?”… bem esta é uma pergunta à qual demorei a encontrar a resposta, mas felizmente encontrei-a! Agora sei o que procuro, sozinho ou contigo a meu lado vou voltar a ser plenamente feliz. Sim ia saber melhor contigo ao meu lado! Mas neste momento sou capaz de o alcançar sozinho. Sinto-o! E acima de tudo estou disposto a lutar por isso. «Now I can and I Will fight for it!»
 
Mas, voltando ao fim-de-semana, porque foi ele mágico?! Pessoal eu recuperei uma amiga muito especial, que todos devíamos ter e isso está a deixar-me invencível. Desde o meu sexto ano que tinha perdido esta a amizade. Desde o sexto ano que me sentia só por não ter a meu lado a única pessoa no mundo que está “programada” para me compreender, ouvir e ajudar. A minha mãe! Fogo… que orgulho estar a dizer estas palavras “minha mãe”! Bem que coisa estranha para estar aqui a falar, não contrasta lá muitos com os textos anteriores e provavelmente com os futuros textos mas hoje tinha de o fazer. Sinto-me tão bem e ela faz parte disso! Fui desde cedo ensinado que a palavra Adoro-te é uma palavra com demasiada importância para ser dita à toa, por isso muito poucas vezes a usei. Nunca a um(a) amigo(a) a dirigi, só para poderem ver mas hoje sinto que é o momento de dizer essa palavra a uma Amiga, a ti – Mãe! Adoro-te!
 
Obrigado por estas ultimas semanas estares a ser uma amiga enorme, mesmo que não tenhas noção do quanto. Este fim-de-semana ouvis-te um desabafo meu como há muito ninguém o fazia, soubeste escutar e em vez de tentares ajudar-me intervindo com palavras, não! Foste fantástica, escutas-te e percebes-te como eu me poderia ajudar e isso foi óptimo. Senti-me compreendido como há muito não me sentia. E eu que já começava a pensar que não era normal, para nunca ninguém conseguir chegar aquilo que eu precisava!
 
Bem hoje ainda podia falar de muita coisa aqui, mas já me alonguei o suficiente, quero agradecer este meu bem-estar à minha mãe e não esquecer as pessoas todas que ainda acreditam que eu serei capaz de fazer a diferença!
 
Muito Obrigado a todos vós!

 

 

 

publicado por esTARÓlas às 00:18
sinto-me: feliz, motivado
música: The Reason - Hoobastank

Fevereiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
18
19
21

22
23
24
25
26
27
28


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

arquivos
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO